X
Endometriose: O que é? Sintomas, Diagnóstico e Tratamento

A endometriose é uma doença inflamatória que geralmente compromete os órgãos genitais femininos.


Tenho endometriose na bexiga: o que devo fazer?

A melhor forma de tratar a endometriose da bexiga é removê-la cirurgicamente por videolaparoscopia.


Tenho Endometriose no intestino: o que devo fazer?

O tratamento cirúrgico por videolaparoscopia com a remoção completa da doença intestinal e preservação dos órgãos genitais é sempre a nossa preferência


O que é endoscopia ginecológica?

A endoscopia ginecológica é uma técnica que utiliza pequenos aparelhos chamados de endoscópio para visualizar o interior do abdômen e dos órgãos genitais.


Pólipos: Quais são os Sintomas?

A metrorragia (sangramento vaginal abundante fora da menstruação) e a mancha intermenstrual ("spotting") são os sintomas mais frequentes em mulheres com pólipos endometriais, ocorrendo em cerca de metade dos casos sintomáticos. Outros sintomas menos frequentes incluem sangramento na pós-menopausa e sangramento de escape durante a terapia hormonal. Deve-se ressaltar no entanto que muitos pólipos são assintomáticos e seu diagnóstico se faz somente como achado ocasional em exames de imagem realizados durante a visita de rotina anual ao ginecologista.


Pólipos: Como diagnosticar?

O diagnóstico definitivo dos pólipos endometriais só se obtém por meio do exame microscópico amostras de tecido obtidas por meio da curetagem uterina, da biopsia endometrial, da histeroscopia diagnóstica ou terapêutica, ou eventualmente do próprio útero obtido em cirurgia de histerectomia. A excisão dos pólipos permite o diagnóstico e cura destas lesões.


Pólipo endometrial e Câncer: há alguma relação?

A maioria dos pólipos endometriais é benigna, mas a malignidade pode ocorrer em algumas mulheres, sendo esta incidência variável de 0,5% a 2,0%. O risco de malignidade dos pólipos endometriais é maior após a menopausa.


Pólipo endométrio: Quando e como tratar?

O seguimento clínico das pacientes submetidas a cirurgia para retirada dos polpos (polipectomia) demonstram melhora dos sintomas em 75% a 100% das pacientes operadas. O método mais eficaz para a remoção dos pólipos endometriais é a histeroscopia cirúrgica, que pode ser realizada de forma ambulatorial com o set de Bettocchi ou hospitalar com o ressectoscópio.


Pólipo do endométrio: O que é?

Os pólipos endometriais caracterizam-se pelo crescimento das glândulas endometriais (camada interna do útero) formando uma projeção pediculada a partir da superfície do endométrio. Podem ser únicos ou múltiplos, com tamanho variando de poucos milímetros a vários centímetros de diâmetro.


Miomas do Útero: O que há de novo na cirurgia?

A emboloterapia, ou simplesmente embolização, é uma técnica de radiologia intervencionista que se aplica clinicamente há mais de 30 anos. Basicamente, consiste na obstrução intencional de um vaso em uma determinada região anatômica para impedir que continue passando sangue neste local. A técnica de embolização tem sido empregada na medicina para corrigir numerosos defeitos como sangramentos, aneurismas, malformações vasculares, tumores, etc.


Mioma Uterino: Eu preciso remover meu útero?

No passado, a falta de recursos para diagnósticos mais precisos gerou uma indiscriminada indicação de histerectomias, até mesmo como uma forma de evitar-se um futuro câncer.


Mioma Uterino: Tratamento Hormonal ou Cirúrgico?

Existem basicamente três tipos de tratamento para os miomas de útero: tratamento medicamentoso, o tratamento cirúrgico e as técnicas minimamente invasivas que visam a destruição dos miomas sem remove-los . Entenda-se por tratamento cirúrgico todas as modalidades que visam remover os miomas com o emprego de diversas técnicas e procedimentos que variam desde os mais agressivos, até procedimento verdadeiramente minimamente invasivos como a miomectomia endoscópica.


Mioma Uterino: Agora que eu sei que tenho Miomas, o que devo fazer?

O conceito universal é que o mioma deve ser tratado somente quando causa problemas, isto é, quando provoca sintomas. A escolha do melhor método terapêutico varia muito de uma mulher para outra pois depende, tanto das características pessoais de cada mulher como do tamanho e localização dos miomas.


Mioma Uterino: Quando realizar o exame histeroscopia diagnóstica nas mulheres?

Na maioria das situações o mioma uterino pode ser diagnosticado com o histórico clínico e os exames radiológicos, mas em determinadas circunstâncias pode ser prudente investigar o endométrio, que é a capa interna do útero e responsável pelos sangramentos, normal (menstruação) ou patológicos.